terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Organização da JMJ ainda deve R$ 20 milhões pela festa

Segundo a coluna da jornalista Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo, a organização da Jornada Mundial da Juventude ainda deve cerca de R$ 20 milhões relativos aos gastos da festa que trouxe o papa Francisco em julho ao Brasil.

A ideia de vender o cemitério do Catumbi, no Rio, para quitar as dívidas, não vingou. Para reduzir o rombo que ultrapassava os R$ 100 milhões, os religiosos se desfizeram de patrimônio, entre eles o prédio do hospital Quinta D'Or.

E isso mesmo depois dos milhões de reais em dinheiro público recebido pela organização da JMJ. Por que os fiéis católicos não ajudam no pagamento dessa dívida, já que foram os únicos beneficiários dessa "festa"?

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

China proíbe autoridades de fumar em público

DA ASSOCIATED PRESS, EM BEIJING

A China, país com o maior número absoluto de fumantes no mundo, resolveu fazer uma nova tentativa para limitar o hábito: proibir autoridades de fumar em público.

Segundo a agência de notícias oficial Xinhua, autoridades não podem fumar em escolas, em hospitais, em eventos esportivos, no transporte público ou em qualquer outro lugar onde o fumo já seja proibido pelo Ministério da Saúde. Também não podem acender ou oferecer cigarros quando estão em atividades oficiais, e nem usar dinheiro público para comprar cigarros. Em gabinetes do governo ou do Partido Comunista, não se pode vender e nem anunciar produtos com tabaco.

Em 2011, o Ministério da Saúde chinês proibiu o fumo em locais públicos fechados, como hotéis e restaurantes, mas há pouca fiscalização. Especialistas dizem que as grandes receitas do monopólio estatal do tabaco atrapalham as medidas antifumo.

A nova proibição tem em sua mira os maus exemplos dados pelas próprias autoridades. O comunicado oficial, divulgado pela Xinhua, diz: "O fumo permanece sendo um fenômeno universal em locais públicos. Algumas autoridades fumam em locais públicos, o que não apenas causa danos ao ambiente e à saúde pública como também suja a imagem de líderes e gabinetes do governo e do partido, tendo influência negativa."

O país tem hoje 300 milhões de pessoas que fumam em sua população de 1,35 bilhão de habitantes. Esses 22% de fumantes formam um contingente maior do que a população inteira do Brasil, estimada pelo IBGE em pouco mais de 201 milhões de habitantes. Os fumantes chineses transformaram em fumaça 2,5 trilhões de cigarros em 2012, ou 8,4 por fumante, segundo a Associação Chinesa de Controle do Tabaco.
O governo chinês está certo. Se o fumo é proibido em certas situações e locais, as autoridades devem dar o exemplo. Acho que autoridades de qualquer país deveriam inclusive participar das campanhas contra o tabaco, para desestimular o fumo, principalmente entre crianças e adolescentes. Lembro que quando eu estudava, havia muitos adolescentes que fumavam. No ano em que estudei na Escola Estadual Lourdes Pereira, em Assis (SP), alguns dos alunos que saíam por buracos na grade que cercava a escola fumavam antes de entrar para voltar às aulas.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Ofertas de emprego em Cândido Mota (SP)

A Prefeitura do Município de Cândido Mota (SP), através da Secretaria de Administração - Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), informa vagas de serviços para:
  • 22 VAGAS DE SERVIÇOS GERAIS
  • 1 VAGAS DE ASSISTENTE DE ALMOXARIFADO
  • 2 VAGAS DE AUXILIAR DE ARMAZENAGEM
Os PATs têm por objetivo a busca de alternativas para a inserção dos trabalhadores no mercado de trabalho, propiciando informações e orientações ao trabalhador na procura por emprego e, aos empregadores, na busca de recursos humanos, promovendo o encontro de ambos de maneira ágil, minimizando o custo social causado pelo desemprego. Concentram os serviços prestados pelo PAT, sendo centros de referência das políticas públicas de geração de emprego e renda. Nos PATs são oferecidos os serviços de Intermediação de Mão de Obra, Habilitação ao Seguro-Desemprego e Emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS.

Maiores informações, procure o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), localizado na Rua Antonio da Silva Vieira 601, no centro de Cândido Mota (SP).

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Rachel Sherazade fala sobre o Natal

Eu particularmente não acho errada a troca de presentes com pessoas mais próximas no Natal, mas acho que realmente há um consumismo exagerado nessa época. Infelizmente o foco tem sido só os presentes, deixando-se de lado o aniversariantes. E as crianças, infelizmente, aprendem a ser consumistas desde pequenas, só querendo presentes, e nada mais.

Posso citar dois exemplos próximos de mim. Minha esposa tem três filhos de relacionamentos anteriores. Um menino de dez anos, outro de oito e uma menina de quatro anos. Dias antes do Natal, ela deu um par de tênis de presente para cada um dos meninos. E quando o tio deles veio falar com eles sobre presentes, o mais velho disse que não tinha ganho nada, o que deixou minha esposa brava. "E o tênis que você está calçando?", ela perguntou.

Outro caso é o da minha enteada, a filha mais nova da minha esposa. Toda vez que ela vê a propaganda durante os desenhos que ela assiste na TV Cultura ou nos canais pagos que exibem programas infantis, a primeira coisa que ela fala diz é: "Compra, mãe!" E isso é toda hora, todos os dias. A mãe dela já até responde automaticamente que vai comprar (mesmo que não tenha essa intenção), só para que a menina não reclame e não chore. Ela só dá uma resposta negativa quando ela está brava com a filha por ela ter feito algo errado, senão é automático. "Compra, mãe?" "Compro." Sempre quis saber com quem a menina aprendeu a ser tão consumista.

Mas também há algo pior, que é não conversar com os filhos sobre Jesus, e não dizer a eles sobre o real significado do Natal, que é comemorar o nascimento de Jesus. Além disso, devemos ensinar às crianças a razão de Ele ter vindo ao mundo e o quanto Ele é importante para nós, cristãos. Se eu perguntar para a minha enteada, por exemplo, por que as pessoas comemoram o Natal, acredito que, ao invés de dizer que é por causa do nascimento de Jesus, ela vai dizer que é para fazer festa e ganhar presentes, pois nunca vi a minha esposa falando com ela sobre Jesus. O meu enteado sim responderia corretamente, pois, apesar de não ser mórmon como eu, ele estudou catecismo (a família da minha esposa é católica) e fez primeira comunhão. Algumas pessoas poderiam dizer: "Ah, mas a menina só tem quatro anos". Mas para mim, já é idade para ela aprender algumas coisas sobre a religião dela. Ainda mais sobre o significado do Natal.


Segue o link para um excelente texto sobre o assunto, do jornalista Sérgio Vieira, de Assis (SP): Jesus Esquecido no Natal.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Saiba como ajudar as vítimas das enchentes no Espírito Santo

Devido à enorme proporção de chuvas que caíram no Espírito Santo em Dezembro de 2013, criamos esse anúncio para os que desejarem ajudar os desabrigados. Conforme forem surgindo novas formas de ajudar, colocaremos aqui.

Sua contribuição é muito importante.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Após mais de dez anos, Dilma escolhe caças suecos para a FAB


Foto: AFP

Após mais de dez anos de discussão, a presidente Dilma Rousseff decidiu pela aquisição de caças Gripen NG, da sueca Saab, para a FAB (Força Aérea Brasileira) para o programa FX-2.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, e o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, anunciaram hoje a aquisição dos caças. No sábado, o Painel havia antecipado que a presidente havia comunicado ao presidente da França, François Hollande, que o Brasil não compraria da França as 36 aeronaves.

Decisão se arrastava desde 2001; entenda o caso

É um final surpreendente para a disputa, que teve ao longo do segundo governo Lula o francês Dassault Rafale como o principal favorito --o avião chegou a ser anunciado como escolhido pelo presidente e seu colega Nicolas Sarkozy em 2009, mas o governo brasileiro recuou após a insatisfação da FAB, que não havia sido consultada sobre a decisão.

Contra o Rafale sempre pesou a questão do preço: seu pacote inicial chegava a US$ 8 bilhões, embora descontos tenham sido negociados. No governo Dilma Rousseff, os americanos e seu Boeing F/A-18 passaram à dianteira por causa de sua oferta comercial mais atraente, de declarados US$ 7,5 bilhões mas com diversas compensações. A Boeing chegou a associar-se para vender o novo cargueiro da Embraer, o KC-390.

Só que o escândalo da espionagem da Agência Nacional de Segurança americana, que incluiu Dilma no rol das autoridades alvo de arapongagem, derrubou politicamente o F-18.

Com isso, o pequeno Gripen, avião criticado por ser menor do que os concorrentes e menos testado em combate, voltou à condição de favorito que a própria FAB havia declarado em seu primeiro relatório sobre a escolha, em dezembro de 2009. O pacote de 36 aviões foi oferecido por US$ 6 bilhões, mas a compra pode acabar em torno de US$ 5 bilhões.
Fonte: Folha de S.Paulo

É fundamental que um país com grande extensão territorial e grandes riquezas tenha um bom poder de defesa e dissuasão. Os novos caças serão ágeis e podem atravessar o espaço aéreo nacional em pouco tempo.

O Brasil possui as riquezas da Amazônia, o Pré-Sal, instalações nucleares e grandes pólos industriais, que podem ser alvos de ameaças externas, inclusive do terrorismo. Alguns vizinhos do nosso país, como o Chile e a Venezuela, possuem caças modernos, logo por uma questão de equiparação, precisamos ter também.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013